19 DE AGOSTO | |

Rio Branco, AC

Giro Acreano no Facebook Giro Acreano no Twitter Giro Acreano no Google Plus Fale conosco
Publicado em 30/07/2019 - 15:53

Ministro Sérgio Moro anuncia reforço para a Segurança Pública do Acre

O Governador Gladson Cameli convidou o ministro para visitar o Acre, ainda neste ano, para que a realidade da região seja sentida pelo representante do governo federal.

Da Redação,
Portal Giro Acreano.

O governador Gladson Cameli foi informado pelo ministro que a doação do helicóptero ao estado, está dependendo somente de autorização judicial. Foto: Cedida

Aproximadamente R$ 40 milhões em equipamentos, fardamentos, munições e viaturas diversas, que vão desde barcos a caminhonetes 4×4, serão repassados dentro de alguns dias ao governo do Estado do Acre pelo Ministério da Justiça. O anúncio foi feito pelo ministro Sérgio Moro ao governador Gladson Cameli, em audiência realizada em Brasília, nesta segunda-feira, 29.

Somente para deslocamentos, estão sendo liberados para o Acre 9 barcos, 63 motocicletas cross, 2 micro-ônibus, 2 vans, 9 carretas de transporte de cargas, 45 veículos leves, 30 caminhonetes 4×4, 1 veículo aquático para salvamento, 37 caminhonetes para transporte de presos, 9 motores de popa, entre outros.

O governador Gladson Cameli foi informado pelo ministro que a doação do helicóptero ao estado, está dependendo somente de autorização judicial, após o parecer do Ministério Público.

Cameli detalhou ao ministro o andamento do projeto de instalação de um Batalhão de Fronteira. A iniciativa é uma ação conjunta das forças policiais do Estado com o Exército Brasileiro. Moro disse que pretende estender até o Acre, antes do fim do ano, uma operação que está sendo desencadeada no Mato Grosso e que faz um pente fino nas regiões fronteiriças.

O governador convidou o ministro para visitar o Acre, ainda neste ano, para que a realidade da região seja sentida pelo representante do governo federal. “O Acre tem uma realidade diferenciada e somente quem conhece pessoalmente consegue entender as nossas dificuldades e a garra do acreano em crescer”, disse Cameli.

Fonte: Agência de Notícias do Acre.


Veja também

Deixe seu comentário