16 DE AGOSTO | |

Rio Branco, AC

Giro Acreano no Facebook Giro Acreano no Twitter Giro Acreano no Google Plus Fale conosco
Publicado em 06/06/2017 - 21:06

Governo entrega mais 800 títulos definitivos de propriedade em Epitaciolândia

Caso tivessem que pagar pela regularização de suas áreas, em média, cada proprietário teria que desembolsar cerca de R$ 10 mil reais.

Por Samuel Bryan,
Da Agência de Notícias do Acre

A solenidade de entrega de 800 Títulos Definitivos aconteceu no Ginásio Wilson Pinheiro

Foi com o Ginásio Wilson Pinheiro completamente lotado que o Governador Tião Viana realizou nesta terça-feira, 6, a entrega de 800 títulos definitivos de propriedade para os moradores dos bairros Aeroporto e Liberdade, em Epitaciolândia.

Com a regularização fundiária sendo uma prioridade desde a primeira gestão de Tião Viana, por meio do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), mais de 40 mil famílias já foram beneficiadas com títulos de propriedade definitivos em todo o estado, num investimento que já ultrapassa R$ 16 milhões.

“Esse é um momento de reconhecimento de um direito sagrado de todo cidadão, que é o de ter a sua propriedade. Isso valoriza os imóveis, dá direito de colocar como hipoteca num banco, fazer um empréstimo para melhorias na casa, abrir um comércio ou o que achar melhor. Com essa união de esforços, vencemos qualquer crise”, disse o Governador.

“Com esse titulo em mãos, eu tenho uma herança pra deixar para os meus quatro filhos”, conta Iamá Pinheiro. Foto: Sérgio Vale/Secom

Entre as beneficiadas, está Iamá Pinheiro. Muito emocionada, ela que é mãe de quatro filhos descreveu a sensação de ter o título em mãos como a segunda realização de um sonho.

“Esse momento é tão importante quanto quando eu ganhei minha casa, há 29 anos, no bairro Liberdade. Aquele momento foi significativo, porque eu ganhei uma casa para morar com os meus filhos. Hoje, com esse título em mãos, eu tenho uma herança pra deixar pra eles”, conta.

Caso tivessem que pagar pela regularização de suas áreas, em média, cada proprietário teria que desembolsar cerca de R$ 10 mil reais. Com intermediação do Governo do Estado, o título chega a custo zero para a população, incluindo o reconhecimento em cartório.

O Presidente do Iteracre, Glenilson Figueiredo, reforça: “É um trabalho que valoriza o bem mais precioso de uma família, que é seu lar. A equipe do Iteracre tem muitos guerreiros que realiza um trabalho sem descanso para que essas famílias tenham aqui a certidão de nascimento de suas casas”.


Veja também

Deixe seu comentário