16 DE JANEIRO | |

Rio Branco, AC

Giro Acreano no Facebook Giro Acreano no Twitter Giro Acreano no Google Plus Fale conosco
Publicado em 11/01/2018 - 10:26

Governo do Acre anuncia investimentos de quase R$ 700 milhões em infraestrutura

Do montante, cerca de R$ 315 milhões serão investidos na área de pavimentação e saneamento do Estado.

Da Redação,
Portal Giro Acreano.

Na Saúde, mais de R$ 56 milhões serão investidos em obras estruturais como a conclusão do Hospital Regional de Brasileia. Foto: Pedro Devani/Secom.

Em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (10), na Casa Civil, a Governadora em exercício Nazareth Araújo anunciou a carta de investimentos do governo do Estado para 2018. Ao todo, são quase R$ 700 milhões somente na infraestrutura, entre obras, ampliações e manutenções em todo o Acre.

“Todo mundo sabe que 2018 é um ano de encerramento de um ciclo e é muito importante que iniciemos nossas atividades repassando para a população a informação acerca dos investimentos que fazem a garantia de uma economia que avança dentro do Acre. O governador Tião Viana fez questão de que a gente partilhasse, porque tão logo ele teve a garantia dos recursos para esses investimentos, ele quis que fizéssemos o anúncio com todos os parceiros sobre um ambiente favorável para o término do nosso mandato”, disse Nazareth.

Do montante, cerca de R$ 315 milhões serão investidos na área de pavimentação e saneamento no Acre. O governador Tião Viana definiu como uma de suas prioridades a infraestrutura de saneamento básico na área urbana dos quatro municípios de difícil acesso – que já avançam para sua conclusão –, além da pavimentação de ruas em diversas cidades e da ampliação de mais 13 quilômetros da rede de coleta e tratamento de esgoto em Rio Branco.

Segundo o presidente do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), Edvaldo Magalhães, é um dos setores que mais representa desafios no estado. “Vamos ter a conclusão dessas obras desafiadores que é fazer saneamento em municípios isolados. São cerca de R$ 66 milhões para a conclusão nesses quatro municípios. Também teremos o Ruas do Povo mais focado em Rio Branco em mais de 30 bairros.”

Obras avançam por todos os setores

A Segurança Pública é outro setor prioritário. Com as reformas e ampliações das unidades penitenciárias já existentes no estado, a meta é aumentar em 50% a quantidade de vagas, além da recuperação de dois centros socioeducativos reformados e adequados. Tudo isso num investimento que supera os R$ 40 milhões.

Na área da Educação, a prioridade está na construção de mais 10 escolas estaduais e nove escolas indígenas, além da conclusão do Núcleo de Educação e Tecnologia Assistiva (Neta). Ampliar a capacidade da educação profissional também está presente nos investimentos, com quase R$ 4 milhões na reforma e ampliação de espaços.

Na Saúde, mais de R$ 56 milhões serão investidos em obras estruturais como a conclusão da verticalização do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), o Hospital Regional de Brasileia, o Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into/Acre), o Lago do Amor espaço destinado à reabilitação desses pacientes, além de novas unidades de atendimento em média e alta complexidade.

A Cidade do Povo também receberá novos espaços. Ao todo, são quatro escolas estaduais, sendo duas de ensino fundamental e outras duas de ensino médio, cuja entrega está prevista para março deste ano, além das duas creches, uma delegacia e a Escola de Gastronomia, que também seguem em obras.

Economia aquecida

Além do alcance social de todos esses investimentos, o governo do Estado espera um impacto direto no setor de construção civil do Acre, que irá aquecer a economia e gerar um grande número de novos empregos diretos e indiretos.

O presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Adriano Ribeiro, ressaltou: “Essa é a capilaridade dos investimentos que a gente sempre sonhou para o Acre. Sabemos o quanto isso traz de retorno na economia. Temos muito a agradecer e estamos esperançosos por uma economia forte, além de pedirmos para que as empresas se organizem e tenham comprometimento com a conclusão dessas obras”.

A chefe em exercício da Casa Civil, Flora Valadares, conta ainda como o Estado tem se esforçado pela movimentação econômica. “Apesar de todas as dificuldades, anunciamos investimentos de quase R$ 700 milhões, mas em dezembro liberamos só com a folha salarial mais de R$ 600 milhões. Num país com essa economia, com todos os problemas que temos num estado pequeno, ainda fazemos circular recursos para que o Acre não pare.”

* Com informações da Agência de Notícias do Acre.


Veja também

Deixe seu comentário