16 DE AGOSTO | |

Rio Branco, AC

Giro Acreano no Facebook Giro Acreano no Twitter Giro Acreano no Google Plus Fale conosco
Publicado em 04/06/2017 - 21:04

DNIT anuncia restauração da BR-364 através de duas frentes de serviços nos dias 12 e 19 de junho

Diretor Geral do DNIT em Brasília, Walter Casimiro Silveira, visitará o Acre a convite do Senador Gladson Cameli.

Da Redação Giro Acreano,
Com Agência de Notícias ContilNet

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) no Acre, engenheiro civil Thiago Caetano, anunciou neste domingo (04) o início das obras de restauração e manutenção da BR-364 para o dia 12 de junho, no trecho entre Sena Madureira/Manoel Urbano, avançando rumo ao município de Feijó, cumprindo assim a programação do Governo Federal para execução dos serviços no início do verão amazônico.

Uma segunda frente de trabalho terá início no dia 19 de junho, sentido Tarauacá/Feijó, seguindo em direção ao município de Manoel Urbano. As datas, de acordo com Thiago Caetano, foram definidas em função da necessidade desses trechos sofrerem algumas intervenções antes da restauração para regularização da pista.

Diretor-geral do DNIT em Brasília, Walter Casimiro Silveira visitará o Acre a convite do senador Gladson Cameli. Foto: Assessoria

O trabalho a ser iniciado nos próximos dias pelo DNIT contará com a visita do diretor-geral do DNIT em Brasília, Walter Casimiro Silveira, que à convite do senador Gladson Cameli (PP-AC), pretende conhecer alguns trechos da rodovia até o final de junho. Thiago Caetano informou ainda que a previsão é que os serviços, entre Sena Madureira e Tarauacá, sejam concluídos na primeira quinzena de setembro próximo.

Na última sexta-feira (02), o corpo técnico do DNIT, empresas responsáveis pela obra e ainda da empresa supervisora, responsável pelo acompanhamento, fiscalização e supervisão da obras estiveram reunidos em Rio Branco para o alinhamento de ações.

Segundo o diretor do órgão, a primeira semana é a mais importante da frente de serviço, uma vez que a norma técnica que trata das obras de CREMA (Contrato de Restauração e Manutenção) determina que no primeiro quilômetro sejam feitos todos os ensaios pela empresa executora dos trabalhos, assim como pela empresa fiscalizadora da obra e o acompanhamento dos fiscais do próprio DNIT.

“Diante disso, nós consideramos que é fundamental acompanhar a execução da obra de perto nas primeiras semanas da frente de restauração. Na semana do dia 12 ao dia 16 estarão todos os técnicos responsáveis presentes no local para todo controle tecnológico. Essas ações no início da obra são fundamentais para que a partir desse período as obras não cessem e seja garantido à população um trabalho de qualidade na BR-364”, disse Caetano.

“É fundamental acompanhar a execução da obra de perto nas primeiras semanas”, disse superintendente do DNIT no Acre, Thiago Caetano. Foto: Assessoria

A divulgação do início da obra e seu planejamento, conforme afirmou o superintendente, é uma prioridade do DNIT para que a população e qualquer entidade ou instituição representante da sociedade civil sejam informados acerca do compromisso do órgão, transparência e responsabilidade para com a imediata restauração da rodovia.

Chuvas adiaram início das obras na rodovia

As obras que serão iniciadas na próxima semana pelo DNIT fazem parte de um planejamento previsto para execução no mês de maio, mas devido as fortes chuvas ocorridas na região amazônica neste período as ações foram impedidas de começarem. Segundo Thiago, caso o DNIT tivesse optado para executar o trabalho, o volume de insumos e mão-de-obra utilizados seriam desperdiçados, e consequentemente desperdiçados os recursos públicos enviados para sua execução.

Ele também ressaltou que os trabalhos iniciados a partir de junho não são reflexos de pressões ou manifestos políticos, mas trata-se de cumprimento de um planejamento já determinado pelo DNIT com base nas premissas técnicas e condições climáticas para garantia da qualidade da obra.

“Para garantia dessa qualidade, além das premissas técnicas e normativas determinadas pelo corpo técnico do DNIT, também iremos trabalhar com equipamentos de ponta no que diz respeito ao maquinário utilizado na obra através de equipes sequenciais, que acreditamos avançar uma média de um a dois quilômetros por dia, concluindo esses serviços em três meses, ou seja, na primeira quinzena de setembro”, afirmou Thiago.

Divisa Rondônia/Acre – Outra determinação ocorrida na reunião do DNIT na última sexta-feira (02) diz respeito ao início de restauração, no dia 12 de junho, dos pontos mais críticos do trecho entre a divisa de Rondônia e Acre. Para Caetano, esta é mais uma boa notícia para a população já que todo e qualquer acesso é de interesse do cidadão dentro do seu direito de ir e vir, e também daqueles que trabalham tendo como objetivo o desenvolvimento social e econômico da região.


Veja também

Deixe seu comentário