18 DE OUTUBRO | |

Rio Branco, AC

Giro Acreano no Facebook Giro Acreano no Twitter Giro Acreano no Google Plus Fale conosco
Publicado em 09/11/2015 - 14:29

Acre pode ficar sem combustíveis, oxigênio hospitalar, alimentos e outras mercadorias

greve

O Estado do Acre pode sofrer o maior desabastecimento de sua história, em decorrência da greve dos caminhoneiros iniciada nesta segunda-feira. O representante de duas indústrias  informou que “a situação está muito preocupante”. Segundo ele, “devemos sentir no Acre, nos próximos dias, a falta de gêneros alimentícios, combustíveis em geral, medicamentos, oxigênio hospitalar, frutas, materiais de limpeza e de construção civil, além de muitas outras mercadorias que só chegam no nosso estado por via terrestre”.

O representante comercial, que pediu ara não ter o nome revelado, informou ainda que “nós só temos a carne em relativa abundância. Porém, sem o sal, que também vem de fora, o boi seca”.  Ele conclui alertando que “os caminhões são de vital sobrevivência para o Acre”.

Os representantes comerciais do estado recebem informações atualizadas sobre o protesto nacional dos caminhoneiros, que no início da manhã desta segunda-feira afetava diretamente sete estados e já bloqueava os principais portos do país.  A Polícia Rodoviária Federal (PRF)  atualiza informações via Twitter e confirma haver interdições nas estradas do Sul e Sudeste.  Por volta de 9 horas desta segunda-feira, um atendente da PRF informou que não há bloqueios nos estados do Acre, Rondônia e Mato Grosso, mas admitiu que toda mercadoria vinda do Sul pode estar retida.

*Com informações,
Veja de Tudo


Veja também

Deixe seu comentário